O Modernismo e o EnemO Modernismo, movimento cultural e artístico que ocorreu no século XX, é um dos temasque mais caem nas questões do Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM. Há um percentual de 15% de questões sobre o Modernismo, de todas as edições do ENEM, desde 1998 até 2011.

O Movimento Modernista foi o movimento literário que mais compôs os exames do ENEM. Dentro deste tema, ele aparecia na prova de diversas formas, falando dos poetas, os escritores, o movimento em si, os pintores, comparações com outra escolas literárias, entre outras.

Na parte de Linguagens, o que mais caiu no exame, bem atrás de interpretação de texto, foram questões sobre o Modernismo. Estudar o Modernismo e a Semana de Arte Moderna é importante, tal qual suas obras e seus participantes.

Os autores modernistas que mais caíram nas edições do ENEM foram:

Em primeiro lugar, disparado, caiu Carlos Drummond De Andrade. Na segunda posição temos empatados Oswald e Mário de Andrade e Manuel Bandeira. Aparecendo na terceira posição está Graciliano Ramos. João Cabral de Melo Neto em quarto lugar e Vinícius de Moraes e Fernando Pessoa ficaram em último lugar, mas não deixaram de aparecer.

Há, ainda, um outro autor que se mostrou frequente nas edições do exame, mas que não era um modernista, que foi Machado de Assis.

Ou seja, um alerta é dado: estudar o movimento Modernista é sim de importância para conquistar mais questões corretas, e consequentemente, uma melhor pontuação e sair na frente de muitos outros candidatos.
Bons estudos, e boa sorte!!!

Postado por Phelipe Moraes