Linguagens códigos e suas tecnologiasO que mais cai na prova de Linguagens do ENEM?

Após uma pesquisa nas últimas 13 edições do Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM, conseguimos levantar uma estatística da prova, referente aos temas mais abordados na prova de Linguagens e Códigos e suas Tecnologias, entre os mais cobrados vemos a interpretação de texto, charges, textos publicitários, gramática, funções da linguagem e poemas.

A pesquisa foi feita com intuito de facilitar, direcionar e reforçar os estudos dos candidatos ao ENEM. Dê uma olhada abaixo no que cai nas questões de Linguagens do ENEM:

Interpretação de texto

Ela é a mais cobrada em toda a parte de Linguagens, e sua cobrança é bem simples: mais da metade dos brasileiros é semianalfabeta. E isso também faz a prova menos uma questão de decoreba e mais lógica. Além disso, as questões são muito cansativas, o que acaba prejudicando a leitura dos textos.

Modernismo

Como já foi dito em outra postagem aqui do site (Veja “Modernismo e o Enem”), O Modernismo foi um importantíssimo movimento, que inclui todos os escritores, poeta e artistas. Estudar o movimento, a Semana de Arte Moderna, Oswald e Mário de Andrade, Tarsila do Amaral, entre outros, pode garantir algumas questões no exame. Uma forte aposta de escritor para este ano é Jorge Amado, ou até mesmo Nelson Rodrigues, já que estamos comemorando o centenário destes grandes escritores.

Outros tipos de interpretação

Toda a interpretação de charges, textos publicitários, poemas, letras de músicas, infográficos, etc, são bem legais de serem explorados nos estudos antes do exame. Eles sempre caem de uma forma ou de outra.

Gramática

A gramática sempre cai nos vestibulares em geral. Nas primeiras edições caíam perguntas sobre gramática do tipo: “Esta oração é subordinada ou coordenada?”. Hoje em dia, ela cai de formas diferentes, diluídas nas próprias perguntas de interpretação de texto. Por isso, é bom prestar bastante atenção na hora de estudar as figuras de linguagem, colocação pronominal, aposto, artigo, pronomes, vocativo, conjunção e o novo acordo ortográfico.

Enfim, não é apenas estudar estes tópicos levantados. É estudar todas as questões pedidas no edital, e dar uma atenção redobrada para estes tópicos. Bom estudos e boa sorte!!

Postado por Phelipe Moraes