Enem Com tantos problemas nas edições anteriores do ENEM, é normal que todos fiquem esperando qual será o problema que virá na edição deste ano. Muitos não sabem, mas o Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM foi inspirado numa versão americana de teste para alunos que estão saindo do High School.

Segundo análises de Fernando Haddad, ex-ministro da Educação, o ENEM passou por dificuldades, porém que contém justificativas, da mesma forma que o SAT nos Estados Unidos, compara Haddad. Como nos EUA, Haddad diz que o Brasil também teria de terminar com os vestibulares. Ele ainda continuou, afirmando que o sistema do ENEM não tem problemas tão grandiosos, como ocorre com o sistema do SAT (Scholastic Aptitude Test ou Scholastic Assessment Test), que é considerado o melhor sistema de avaliação do mundo, e ainda assim precisa reaplicar os testes, já que 2 mil provas são anuladas a cada ano. Com o ENEM do ano passado, nenhum exame precisou ser reaplicado, e em 2010, apenas 0,1% dos candidatos tiveram a prova reaplicada.

Qualquer semelhança do SAT com o ENEM, não é coincidência. Ele realmente foi inspirado na forma norte-americana de exame para estudantes do Ensino Médio. Na China, eles também possuem a mesma forma de testes.

Nos Estados Unidos da América, o exame é conhecido por SAT e acontece em duas etapas. É algo muito importante para a população norte-americana, pois a nota obtida no exame é levada em conta pelas universidades, sendo um dos principais motivos para a aprovação. Outros fatores são levados em consideração nos EUA para o ingresso do estudante à universidade, como um formulário de intenção de entrada, cartas de recomendação de professores, bom histórico escolar, atividades extra-curriculares praticadas e ainda uma entrevista com o representante do comitê de registro da universidade.

Seria algo interessante se o Brasil adotasse essa forma de ingresso para as universidades públicas do país. Teríamos alunos mais interessados em estudar nas escolas, praticando atividades extra-curriculares, tudo que ajuda de uma certa forma na formação de um bom cidadão.

Postado por Phelipe Moraes