SisuA partir do ano de 2010, muita coisa mudou no ingresso de estudantes ao ensino superior público. Foi criado o SiSU – Sistema de Seleção Unificada pelo Governo Federal. O SiSU seleciona estudantes que querem ingressar em universidades públicas do país.

Assim como o ProUni, o SiSU acontece semestralmente, ou seja, duas vezes ao ano. Neste ano, 95 instituições participaram dele, entre elas, Universidades Federais, Estaduais e Institutos Federais, oferendo cerca de 108.500 vagas.
Só participa do SiSU quem faz o ENEM no ano anterior. A partir da nota do ENEM, você poderá se candidatar a alguma vaga de cursos nas universidades. Para se inscrever no SiSU, basta acessar seu site e preencher com o número de inscrição do ENEM e senha. A partir daí, escolha duas opções de sua preferência das vagas oferecidas pelas universidades que participam do SiSU.

As inscrições geralmente ocorrem no inicio do ano, em janeiro, logo após o resultado final do ENEM. As inscrições são totalmente gratuitas, não devendo o candidato pagar nenhuma taxa para se inscrever no programa SiSU.

Assim que o candidato insere o seu número de inscrição do ENEM para se inscrever no SiSU, o sistema puxa automaticamente a nota do ENEM para a concorrência nas vagas. As instituições em geral disponibilizam uma parte das vagas oferecidas no curso para as chamadas cotas (vagas de politicas afirmativas – afrodescendentes, indígenas, estudantes de escola pública, etc). Com isso, há dois tipos de concorrência pelas vagas, as ações afirmativas e as de ampla concorrência. Fica a seu cargo optar por uma das duas e concorrer apenas por uma delas.

A nota que o candidato obteve no ENEM é que será levada em consideração pelas universidades, e algumas provas tem peso diferenciado de outras, mas isso fica a cargo da instituição de ensino superior. Ou seja, se você concorre para Medicina, biologia, química, física contarão com um peso maior na hora de se inscrever. O candidato fica informado a respeito disso no momento da inscrição do curso desejado no SiSU. O sistema irá automaticamente realizar o cálculo, em concordância às especificidades da universidade escolhida.

Há também, após as inscrições, e antes do resultado final, a nota de corte. Todo dia, o sistema do SiSU calculará uma nota de corte para participação daquele curso. A nota de corte é a menor nota para estar entre os selecionados. Há casos em que acontece um empate, e para isso, fica valendo:

1) Maior nota na redação;
2) Maior nota em Linguagens, Códigos e Suas Tecnologias;
3) Maior nota em Matemática e suas Tecnologias;
4) Maior nota em Ciências da Natureza e suas Tecnologias;
5) Maior nota em Ciências Humanas e suas Tecnologias; e
6) Quem se inscreve por primeiro no sistema do SiSU para a vaga em disputa.

O SiSU ao final das inscrições disponibilizará o resultado em seu próprio site, e também no site das Universidades que participaram da seleção, ou ainda pelo telefone do MEC – 0800 616161.

Postado por Phelipe Moraes